TLB ARCHITECTURE

O casco é a parte escondida do iceberg e a chave para um bom desempenho.

 

DESEMPENHO & FORÇA

Com sua origem em Brest e apaixonado por tudo que flutua, Tanguy Le Bihan criou o escritório de arquitetura naval TLB em 2006. O TLB tem conquistado fama como um escritório altamente inovador e especializado em cascos, principalmente de barcos a motor, aumentando o seu desempenho. Suas duas palavras de ordem são elegância e desempenho.

Tanguy Le Bihan

Tanguy Le Bihan: Além de desenvolver barcos para clientes que nós auxiliamos, como a Beneteau, as vezes trabalhamos em projetos meio malucos, fora do padrão. Eles podem ser malucos, mas ajudam no progresso de investigações e alargam o campo das possibilidades. Movidos pelo desejo de criar coisas novas e fazer progressos, temos trabalhado em barcos à vela de design inovador, com, por exemplo, uma targa bem reta e um casco altamente específico. 

Em 2008, criamos um trimarã todo de carbono e com motor elétrico: o Odonata. Nós desenvolvemos este protótipo na nossa garagem na Bretanha e o mostramos no Boat Show de Paris. Ele combina o prazer de velejar com quase nenhum consumo de energia e a completa ausência de emissões de gases. Lembro-me, quando eu falei sobre isso com Patrick Tableau, responsável pelo desenvolvimento de barcos a motor da Beneteau, ele me disse: "Você já viu caminhões elétricos?"

No entanto, ainda há um longo caminho a ser percorrido no que diz respeito à forma como consideramos a eletricidade. Este assunto está sempre presente na minha mente, embora acredite que o mercado ainda não esteja preparado, particularmente porque este tipo de tecnologia ainda é muito cara e também porque a maior limitação de energia elétrica no barco a motor é a velocidade. Qualquer coisa que se diga, na realidade, os clientes de lanchas priorizam a velocidade. No entanto, eu ainda acredito que há uma conexão perfeita entre o barco à vela e o barco a motor e que uma parte do nosso futuro está nesta união.

BARCOS VOADORES

Outro projeto que venho desenvolvendo há algum tempo, ainda dentro deste binômio desempenho e meio ambiente, é o de um barco a motor com fólio (barco tipo Hydroptère, barcos “voadores”). Como sou um fã do kite surf, eu me interesso por esta questão há muito tempo. O princípio é muito simples: o atrito que você tem sobre o casco padrão é reduzido em quarenta, ele oferece maior desempenho, velocidade e melhora a potência do motor. Com um fólio, o consumo de combustível é reduzido em 10 e pode chegar a 65 nós, com 90 hp. Com um barco normal, você teria que multiplicar a potência do motor por quatro para atingir esta mesma velocidade. O futuro do barco a motor também se encontra aqui!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A primeira colaboração com a Beneteau foi no projeto Monte Carlo. Primeiro foi o MC5, o MC4 e depois a MC6, envolvendo um trabalho incrível nos cascos e materiais compostos para melhorar o desempenho e a estabilidade do barco. Depois o TLB dedicou sua atenção e experiência na melhoria de desempenho da nova categoria Flyer, dos Barracudas e do Swift Trawler 50.

Tanguy Le Bihan: A categoria Flyer era um super projeto - tão diferente dos barcos de regata competição e marcado pelo forte desejo da Beneteau de causar um forte impacto. O casco AirStep® 2, aperfeiçoado pela Beneteau, tem uma navegabilidade incrível! 10 meses de trabalho foram necessários para estes novos Flyers. O que torna este tipo de projeto altamente técnico é que há uma variação de peso de quase 50% entre um barco sem opções e um barco com todas as opções disponíveis. Além disso, o barco deve se comportar da mesma forma em todas as configurações! Estas são limitações reais e estão cada vez mais presentes, uma vez que os barcos estão sendo cada vez mais equipados e personalizados. Tais restrições tornam o projeto complicado mas muito estimulante. Trabalhando com o escritório Style & Design foi muito gratificante. Eu sou a favor de cada pessoa ser responsável por aquilo que ela faz melhor e juntos progredir de uma forma inteligente. Com a minha filosofia de engenheiro "tudo deve servir a um propósito”, eu aprendi muito trabalhando com estes designers. Sobre Patrick Tableau, considero um grande prazer trabalhar com ele, somos bem complementares. Em muitos aspectos, ele é o meu mentor!

Designs